Quem sou eu

Minha foto
Sou a garota que sonha. Que luta, que as vezes chora, mas muitas vezes sorri. Que é feliz a sua maneira, que não precisa ser comprendida e nem fútil pra ser admirada. Que sabe o que quer e na maioria das vezes consegue. Sem medo de ser feliz. Não tente me entender pois jamais conseguirá me decifrar!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Auto Retrato

Eu tenho amigos imaginários , eu falo sozinha, ouço as mesmas
músicas , vejo os mesmos filmes e acho graça das mesmas coisas...
Eu choro por motivo nenhum , eu sofro por amor.
Sou a menina sonhadora, que odeia ter os pés no chão.
Na verdade o que eu mais quero é voar...
Eu fico em casa de sábado a noite. Eu sou a garota invisível
que muitos não são capazes de notar.
Eu não sei fingir , trair ou disfarçar .
Eu nunca fui popular , sou bipolar e falo coisas sem sentido.
Sou insegura , ingênua, ansiosa, confusa e chorona.
Já me senti perdida milhões de vezes.
Eu leio romances e torço por finais felizes, mesmo que esses
demorem a chegar ou talvez nem cheguem.
Eu adoro tardes frias e monótonas, eu prefiro noites
do que dias , chuva do que sol.
Já tentei parar o tempo, tentei desejar não ter desejado.
Já não quis amar alguém com tanta dedicação, já chorei
por quem não merecia , já levei grandes tombos.
E mesmo assim insisto em construir meus castelos na areia,
sabendo que cedo ou tarde eles vão desmoronar.
Sim eu tenho altos e baixos e como tenho!!!
Já aprendi a superar mais se preciso for e mesmo
que nada mude , ainda sei lamentar.
Eu tenho amigos de tantos anos , com os quais
vivi tantas coisas , que aqui não caberia pra contar.
Já bebi até cair , dancei sobre a mesa e falei palavrão
quando não podia. Sou a garota com problemas e insanidades .
Eu sou chata , perfeccionista, eu espero sempre mais .
Tenho saudades de pessoas , de dias , de músicas ,
de perfumes , de lugares, de paixões e de tudo que vivi e não vivi.
Eu desejo o irreal , o impossível , o inalcançavel.
Eu odeio rótulos e clichês , eu acho que quem é diferente é que sabe ser feliz.
Eu não desisto dos meus sonhos , eu enfrento a
tempestade e busco a calmaria.
Já vi o meu coração se despedaçar em mil pedaços, já sangrei
por batalhas perdidas, por ausências sentidas, por pedaços
arrancados da alma.Perdi pessoas insubstituíveis, mas as
guardo no coração, com nossas histórias e aventuras , com
nossos momentos inesquecíveis.
Já desejei que a distância não existisse, já desejei ouvir uma voz
mais do que qualquer outra coisa, e com toda minha
força desejei por um abraço apertado mais que tudo.
Achei que fosse morrer de amor , de paixão, de saudade
de tristeza , de tédio , de incerteza... mas aprendi
que essas coisas embora doam muito , não matam,
apenas nos fazem crescer....aprendi que viver mal ou bem é
o que nos resta .E que se sou capaz de lembrar com tanta
realidade das pessoas e dos momentos que já não fazem
mais parte da minha vida , é por eles ainda fazem parte de mim...
Sou assim sem explicação , sem razão, movida a paixão pelas
pessoas e pelos momentos que de alguma maneira me preenchem
e será assim pra sempre....sempre....
/Cristiane Antonelli

4 comentários:

  1. Adoreiii !


    http://confidenciascotidianas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por vc ser exatamente assim...uma pessoa sensível! bjos..

    ResponderExcluir